Tonalama retifica sua melhor campanha e elimina o Delta (Bruno Chumbinho 26/06/10)

A primeira partida do Delta em um mata-mata da Copa Green foi contra um adversário duríssimo: o atual campeão do torneio e único invicto na edição de 2010, o Tonalama. Não faltou luta nem motivação para os jogadores Aurinegros, mas o Tonalama vez valer a sua supremacia e ganhou com autoridade por 4x1.

O Delta se armou em um esquema defensivo, buscando os contra-ataques para tentar surpreender o melhor time da primeira fase. Como era de se esperar os primeiros minutos foram de total domínio do Tonalama.

Os Aurinegros se defendiam bem e diversas foram as intervenções da defesa bloqueando chutes e jogadas aéreas do adversário. A resistência durou 35 minutos, quando um cruzamento vindo da esquerda passou por toda aérea do Delta e encontrou o lateral do Tonalama que bateu cruzado e abriu o placar.

O Delta sentiu o golpe e minutos depois levou o segundo: em uma cobrança de escanteio a bola sobrou na entrada da área e Cornélio acertou um belo chute, 2x0. O Tonalama ainda teve um pênalti a seu favor, mas Alessandro se esticou e defendeu a cobrança. No último lance do primeiro tempo Salsicha cabeceou com perigo, a bola passou rente a trave.

Com o placar desfavorável o Delta partiu para cima, mesmo sabendo dos riscos de iria correr. Douglas recuperou uma bola quase perdida, entrou na área e sofreu o pênalti. Salsicha bateu e descontou. O Delta ainda quase chegou ao empate em uma cobrança de falta. Chumbinho passou por trás da defesa e desviou por cima do gol. No lance seguinte o Tonalama aumentou a vantagem após um chutão para frente, Chumbinho errou o tempo da bola e o atacante adversário guardou.

Ainda a espera de um milagre, o Delta continuava tentando, tinha mais posse de bola, mas a defesa do Tonalama estava atenta. Os contra ataques eram mortais para o Delta, em um destes Flavio cortou a bola com a mão dentro da área. Alessandro defendeu sua segunda penalidade no jogo!

Em mais uma jogada rápida o Tonalama definiu a partida após ótima troca de passes de seus atacantes. Terminava o sonho Aurinegro de seguir mais longe na Copa Green. Após o apito final torcedores e jogadores estavam resignados: o Delta chegou onde era possível e foi superado por um adversário em melhores condições.