Delta conquista vaga na final na disputa de pênaltis (Bruno Chumbinho, 30/09/12)

Um grande jogo, digno de uma semifinal. Assim pode ser descrito o encontro entre Delta e Engenhão nesta tarde de domingo. O jogo foi equilibrado, tenso e com um gol contestado pelo Aurinegros. Após o empate por 2x2 o Delta foi mais eficiente nas cobranças de pênaltis por 6x5 e garantiu a vaga na finalíssima da Copa Domingão.

O Delta começou o jogo muito bem e logo em seu primeiro ataque abriu o placar após boa tabela de seus atacantes. Jean serviu Christian e o tanque abriu o placar. Mas a alegria durou pouco, minutos depois o Engenhão chegou ao empate em uma bola mal rebatida pela defesa Aurinegra. Na sequência do lance o atacante adversário empurrou para as redes de Patrick em completa posição de impedimento!

O jogo tinha uma dinâmica bem desenhada: o Engenhão partia para o ataque com bolas longas para seus atacantes velocistas, o Delta tinha um jogo mais cadenciado e tentava aproximação da meta adversária através do toque de bola. O placar da etapa inicial não seria mais alterado e as equipes foram para o vestiário com o placar de 1x1.

Logo nos minutos iniciais do segundo tempo o Engenhão consegue a virada em sua jogada mais característica: o lançamento longo para seus atacantes. Não restava aos jogadores do Delta outra alternativa senão atacar o adversário.

Os Aurinegros se lançaram ao ataque, mas tinham dificuldades de penetrar na defesa do Engenhão. A equipe azul e preta continuava a explorar o contra ataques com lançamentos longos para o ataque e por pouco não liquidou a partida.

Melhor para o Delta que chegou ao empate aos 39 minutos após um passe sensacional de Jean. A bola passou por entre os zagueiros do Engenhão e encontrou o talismã do Delta. Vinícius bateu na saída do goleiro para decretar o 2x2. Não havia tempo para mais nada e a vaga seria definida nas penalidades máximas.

Delta começou batendo e converteu suas duas primeiras cobranças com Jean e Breno. Mas Christian desperdiçou a terceira penalidade. Sirlei marcou na quarta cobrança e Aurélio na última. O Engenhão havia acertado os quatro primeiros tiros. E se marcasse novamente estaria na final. Foi a vez de brilhar a estrela de Patrick. O goleiro Aurinegro defendeu a última cobrança e recolocou o Delta na disputa. Depois Brasil e Roberto converteram suas penalidades. O Engenhão acertou sua sexta cobrança, mas desperdiçou a sétima.

Delta na final da Copa Domingão 2012! O adversário será, mais uma vez, o Picaretas.