Tricampeonato coroa campanha irretocável do Delta (Bruno Chumbinho, 15/07/13)

Domingo de decisão em Honório Bicalho. A cidade parou para ver a final do Super Torneo Apertura 2013, muitas pessoas compareceram ao local da partida e se ouvia fogos de artifício minutos antes do jogo.

As dependências do estádio do Cruzeiro foram decoradas com balões nas cores das seis equipes participantes e havia uma faixa de agradecimento à organização do campeonato.

Clique e veja em tamanho maior

Delta e Stones, em espírito de Fair Play, pousaram para uma foto com os dois times juntos.

Clique e veja em tamanho maior

Em pé: Salsicha, Dropê, Chumbinho, Vandim, Roberto, Patrick, Thelo, Aurélio e Cazu. Na frente: Leozinho, Felipe, Bruno, Tasmo, Paulo Nunes, Christian e Júnior. Ausentes: Ricardo, Yamagata, Danilo e Emerson.

Antes da bola rolar, a diretoria do Cruzeiro de Honório Bicalho fez uma homenagem às equipes participantes do Super Torneo Apertura 2013.

Começado o jogo, quem teve a primeira grande chance de marcar foi o Stones. Após veloz contra ataque Viegas invadiu a área e chutou, Patrick salvou o Delta. Os Aurinegros responderam minutos depois: Christian fez boa jogada pela direita e cruzou para Salsicha, o arremate passou perto do gol adversário.

O jogo ficou pegado no meio de campo, nenhuma das equipes queria dar espaço. O Delta tinha maior posse de bola e, aos poucos, começou a impor se jogo, Thelo, Júnior e Leozinho criavam jogadas para os atacantes.

Romero, Chumbinho e Dorinha: homenagens antes do jogo.

Bruno fazia boas jogadas pela esquerda e pela direita Christian infernizava seus marcadores.

E foi em uma falha da defesa do Stones que o Delta abriu o marcador: a defesa recuou a bola para o goleiro, Christian foi mais rápido e chegou na bola a tempo de driblar o arqueiro e empurrar para o fundo das redes, Delta 1x0.

O segundo tempo começou e o Stones estava disposto a empatar a partida. A equipe laranja avançou sua marcação no meio de campo e passou a pressionar o Delta. Os Aurinegros pecavam com um excesso de faltas na intermediária e próximas da grande área. O Stones levou perigo nestas bolas paradas.

O jogo seguia tenso e indefinido, qualquer equipe poderia marcar um gol e mudar o destino da partida. O setor defensivo do Delta estava firme, o Stones tinha técnica e muita vontade. A equipe laranja reclamou penalidade em dois lances dentro da área não marcados pela arbitragem.

Aos 40 minutos o Delta chega ao seu segundo gol. Após cobrança de escanteio Leozinho acha Christian livre para testar e aumentar a vantagem Aurinegra. O Stones ainda lutaria até o último minuto mas sem vencer a defesa adversária.

O apito do juiz decreta o fim da partida e o Tricampeonato do Delta. Pela primeira vez uma equipe conquista o Super Torneo Apertura de forma invicta. Os Aurinegros conseguiram 10 vitórias e 2 empates, tiveram a melhor defesa, o melhor ataque e o artilheiro da competição.

Clique e veja em tamanho maior

Parabéns a todos que participaram desta campanha vitoriosa!